O que é Psicologia Positiva

A psicologia positiva é um movimento recente no campo da psicologia, e que se expande de forma exponencial, uma vez que enfatiza mais os aspectos positivos do ser humano, envolvendo temas como satisfação e felicidade, ao invés de focar em doenças mentais.

Os psicólogos Martin Seligman (americano) e Mihaly Csikszentmihalyi (húngaro) são considerados os fundadores dessa abordagem científica, que iniciou em 1998, embora ambos já trouxessem na bagagem décadas de pesquisas sobre os estados mentais positivos, como felicidade, motivação e criatividade.

Psicologia Positiva é definida como o estudo das coisas que fazem a vida valer a pena ser vivida. Alguns dos fatores relacionados à felicidade, indicados por vários estudos sobre o tema são:

  • Ter amigos íntimos e presentes
  • Praticar atividades voluntárias para desenvolvimento de si e de outros
  • Estabelecer uma relação familiar de apoio e estímulo ao desenvolvimento de habilidades
  • Ter relações saudáveis no ambiente de trabalho

No ano de 2000 a pesquisadora Barbara Fredrickson da Universidade de Michigan, recebeu um prêmio da John Templeton Foundation por seu trabalho acerca da função das emoções positivas. Por meio desse estudo, descobriu-se que as emoções positivas possuem uma finalidade muito maior do que, simplesmente, a de promover o bem-estar.

Emoções positivas tais como alegria, otimismo, esperança, dentre outras, fortalecem nossos recursos intelectuais, físicos e sociais dos quais podemos lançar mão quando uma oportunidade ou uma ameaça se apresentam em nossas vidas.

Psicologia Positiva nas Empresas

O estudo de Barbara Fredrickson mostrou que, ao contrário do que ocorre com as emoções negativas, o cultivo das emoções positivas promove uma disposição mental expansiva, tolerante e criativa, deixando as pessoas abertas a novas ideias e experiências.

Por isso, muitas empresas ao redor do mundo têm traçado suas estratégias de gestão de pessoas baseadas nos princípios da Psicologia Positiva. Todas elas cientes de que a promoção da felicidade no ambiente de trabalho pode, além de captar e reter talentos, transformar-se numa poderosa fonte de vantagem competitiva.

Psicologia Positiva na Clínica

O importante diferencial da psicologia positiva é o foco nas potencialidades do indivíduo e não na simples identificação e cura de seu sofrimento.

Pesquisas mostram que o alívio do sofrimento, embora fundamental, não é suficiente para trazer bem estar e impulso para uma vida plena de satisfação ao indivíduo. O atendimento clínico baseado nos referenciais teóricos da Terapia Cognitivo-Comportamental e da Psicologia Positiva oferece, além do alívio da dor, condições para a conquista de uma vida mais feliz.

Coaching Positivo

No Coaching Positivo o foco são as qualidades humanas, virtudes, forças pessoais e comportamentos funcionais que o cliente já possui e que podem auxiliá-lo na conquista de seus objetivos.

Para tanto é através da etapa de autoconhecimento, onde se identifica também aptidões e talentos, que o cliente passa a ter clareza sobre seu lugar no mundo, sua missão e propósitos de vida.

Pessoas felizes são mais produtivas e criativas, superam mais rapidamente as adversidades e objetivam o aumento dos níveis de satisfação com a vida. Assim a metodologia do Coaching Positivo potencializa os recursos individuais nessa direção.